“O valor do mar” é lançado nas Livrarias da Travessa do Brasil e Portugal
5 de novembro de 2020
Promoção “Mês da Amazônia Azul”
10 de novembro de 2020
 

Os organizadores apresentam o livro

Vídeo do co-organizador Economista português Miguel Marques no lançamento do livro “O valor do mar” pela Livraria da Travessa, dia 29/10.

Link: https://www.youtube.com/watch?v=PGUeODLe4Z8
Vídeo do co-organizador Prof. Dr. André Panno Beirão no lançamento do livro “O valor do mar” pela Livraria da Travessa, dia 29/10.

Link: https://www.youtube.com/watch?v=t4Q5xg1lbKM
Vídeo do co-organizador e editor Rogerio Ruschel no lançamento do livro “O valor do mar” pela Livraria da Travessa, dia 29/10.

Link: https://www.youtube.com/watch?v=Il3u72oYQPs
 

1 Comment

  1. Sônia Fonseca disse:

    Crítico portugues sobre o livro “O valor do mar” na Revista de Marinnha, de Lisboa.
    O engenheiro naval Victor Gonçalves de Brito é Contra-Almirante da Marinha Portuguesa, Mestre em Arquitetura Naval e Engenharia Marítima, foi Presidente executivo dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, docente convidado do IST – Instituto Superior Tecinico por 26 anos. É professor no Instituto Superior de Ciências da Informação e da Administração (ISCIA) de Aveiro, Portugal e colunista da centenária e prestigiada revista portuguesa Revista de Marinha, onde publicou esta avaliação do livro “O valor do mar” abaixo. “Uma visão integrada dos recursos do oceano do Brasil Numa edição da Essential Idea Editora Lda, de São Paulo, o livro “O Valor do Mar – Uma visão integrada dos recursos do oceano do Brasil” está organizado em 4 partes, onde se agrupam 15 capítulos que descrevem em 254 páginas, de modo actualizado e com clareza, uma visão das dimensões económica, sociocultural, ambiental e territorial do Brasil contemporâneo. A coordenação editorial é de Sónia Fonseca e os organizadores da edição e principais autores são André Panno Beirão, Rogério Raupp Ruschel e Miguel Marques. O primeiro é oficial da Armada Brasileira na situação de Reserva, com formação jurídica e especialista em Estudos Marítimos. O último, economista e sócio da PwC Portugal, é uma personalidade de relevo na abordagem da Economia do Mar em Portugal, em particular pela experiência como responsável da edição anual do “LEME – Barómetro PwC da Economia do Mar” desde 2010, bem como de diversas outras edições da mesma natureza, centradas em realidades internacionais afins. É precisamente Miguel Marques o autor dos 2 primeiros capítulos do livro, onde sintetiza um conjunto de parâmetros que têm servido de referencial na abordagem do desenvolvimento da economia do mar na União Europeia e em Portugal. Nos restantes capítulos os temas vão sendo apresentados de forma descritiva, acessível a leitores não especialistas e com quantificação e exemplificação apropriada. De salientar a preocupação com uma abordagem rigorosa e actualizada, não se furtando a citar dificuldades e limitações, aliás comuns a todos os processos de desenvolvimento, em todas as latitudes. Os diversos e variados contributos e citações, não apenas de especialistas e de outras personalidades nacionais e estrangeiras, são muito elucidativos da preocupação dos organizadores em compilar factos e opiniões variadas e significativas. Para o leitor português interessado nos assuntos do mar, para além de ficar conhecedor do entendimento estratégico do valor do mar e das preocupações específicas do Brasil, devido ao processo histórico de desenvolvimento da Nação, à sua dimensão terrestre e oceânica, aos recursos económicos endógenos e à distribuição demográfica, é muito interessante contactar com uma outra perspectiva em alguns assuntos que nos são familiares e que são abordados no livro com visões e perspectivas diferenciadas. Cita-se o caso da importância da cabotagem e a valorização e o apoio à indústria transformadora nacional ligada ao mar. A importância estratégica – económica e tecnológica – da produção petrolífera offshore, onde o Brasil, além de figurar entre os 10 líderes na produção mundial, assume um papel de liderança tecnológica inegável em águas profundas, está muito bem detalhada no livro. Significativa é a asserção de que antes da descoberta de petróleo em águas profundas, o Brasil olhava o mar de forma contemplativa. Aliás a referência feita nos textos introdutórios ao facto de se designar o território marítimo brasileiro de “Amazónia Azul” condiz com o reconhecimento do valor potencial dos recursos do Mar e, em paralelo, assinala a sensibilidade ambiental de ambos os imensos espaços geográficos. Igualmente interessante é o detalhe com que é descrita a realidade emergente da biotecnologia azul. A abordagem da cultura, da gastronomia, do lazer, do turismo e dos desportos náuticos (onde o desempenho dos atletas brasileiros é reconhecido mundialmente) é também interessante e, de algum modo, reveladora do processo de difusão da “mentalidade marítima” no Brasil. No que se refere às preocupações de índole ambiental, a abordagem é próxima da que é corrente na Europa. Para a visão integrada justificava-se uma referência um pouco maior ao impacto das actividades que englobam a Economia do Mar em matéria de emprego, em particular no segmento de emprego qualificado. A obra, de excelente apresentação gráfica, é enriquecida com fotografias e quadros alusivos à temática marítima. As notas e referências no final no livro, têm interesse para pesquisa futura. Em conclusão: o livro “O Valor do Mar – Uma visão integrada dos recursos do oceano do Brasil”, abordando igualmente a componente geoestratégica no contexto do Atlântico Sul e a questão da conservação e sustentabilidade dos recursos nos espaços oceânicos para além das jurisdições nacionais, é sobretudo uma excelente contribuição para a compreensão do “estado da arte” do valor do mar no Brasil. Para os leitores portugueses, é uma oportunidade para lerem na língua materna um livro sobre o tema dos recursos e potencialidades marítimas de uma Nação igualmente favorecida com significativas extensões da linha de costa e da área de jurisdição económica nos espaços do Oceano Atlântico. Para os bibliófilos marítimos, é certamente uma obra a adquirir e a ler com interesse. O preço de capa da obra em apreço são 40€. A distribuição em Portugal está a cargo da Editora Náutica Nacional, Lda, e-mail revistamarinha@gmail.com , tel 91 996 4738, endereço postal Av. Elias Garcia, nº 20 4º Dto 1000-149 Lisboa. Obs: o autor não respeita o novo A.O.”

Deixe uma resposta para Sônia Fonseca Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *